Depois da colheita

O Outro Lado

Depois da colheita feita
Desenhou a lápis seu próprio jardim

Cavou as linhas aleatórias da vida
o filtro dos sonhos pendurado no teto
o adubo, colocado um a um
preparando a terra – afinal, é ali que se planta e se colhe
na palavra – dizia o pai – que há tempo para tudo
histórias desenhadas no vestido de flor.

plantou e fez a colheita, como era de fato, o tempo para renascer,abriu mão da própria coragem

Algumas coisas na vida nos cobra o medo.
Quem tem coragem de criar o próprio abismo
quando já tem asas para voar?

Mariana Gouveia
Das coisas breves

View original post

One thought on “Depois da colheita”

Comments are closed.