Um símbolo ardente para a necropolítica de Bolsonaro! – O « marco temporal » – Genocídio para povos indígenas e ecocídio para a floresta amazônica?

Barbara Crane Navarro

Bolsonaro insinua seu descumprimento da lei se o «marco temporal» – estratégia para fixar a data limite de 1988 para as reivindicações de terras indígenas – for rejeitado pelo Supremo Tribunal Federal!

Um grupo de cerca de 150 indígenas carregou um enorme caixão simbólico até a escadaria do palácio presidencial em Brasília e o incendiou.

O caixão tinha a inscrição «Genocídio» na parte superior com «Ecocídio», «Não adiar» e outros slogans nas laterais.

Mais de 6.000 indígenas de 176 nações indígenas se reuniram no acampamento «Luta pela Vida» em frente ao Supremo Tribunal Federal em Brasília para exigir que os juízes decidam a seu favor e rejeitar o prazo de 1988 adotado pelo governo Bolsonaro em 2016 e promovido pela agro – indústria, pecuária, exploração madeireira e mineração de ouro.

Os juízes se reuniram novamente nos dias 1 e 2 de setembro para fortalecerá a proteção aos povos indígenas e…

View original post 103 more words