NÃO ao estratagema de « Marco Temporal » – Uma aberração!

Barbara Crane Navarro

«Marco temporal é um caminho do inimigo da floresta junto com meu povo. Marco temporal para mim significa roubar mais a minha terra Yanomami. Roubar mais as nossas terras que já foram demarcadas, homologadas e registradas pelo governo brasileiro.»

Porta-voz e xamã Yanomami Davi Kopenawa

Desde 22 de agosto, mais de 6.000 indígenas de 176 nações indígenas se reuniram em frente ao Supremo Tribunal Federal em Brasília para exigir que os juízes decidam em seu favor e rejeitar o « marco temporal» de 1988 adotado pelo governo Bolsonaro em 2016 e promovido pelos setores de agronegócio, pecuária, madeira exótica e mineração de ouro.

A apelação judicial do povo Xokleng do estado de Santa Catarina, argumentando que o « marco temporal» é uma interpretação muito restrita dos direitos indígenas que só reconhece as terras ocupadas por comunidades indígenas na época em que a constituição do Brasil foi ratificada em 1988 …

View original post 308 more words